Uruguaio de 90 anos mata esposa de 96 e alega que foi a pedido dela

Abr 10

Após matar mulher com um tiro, idoso ligou para a polícia para se entregar; ele será submetido a uma avaliação psicológica. Promotor diz que caso não será classificado como feminicídio porque não há histórico de maus-tratos.

Um homem de 90 anos matou com um tiro sua esposa de 96, no Uruguai, e alegou que o fez a pedido dela, disse nesta segunda-feira (9) à Agência Efe o promotor do caso, Juan Gómez.

Conforme ele declarou à Justiça uruguaia, a mulher havia lhe pedido mais de uma vez para matá-la porque não suportava as dificuldades para caminhar. Após fazer o disparo fatal, o idoso ligou para a polícia para se entregar. O caso aconteceu no bairro Villa García, no nordeste de Montevidéu.

Gómez afirmou que será feita uma avaliação psicológica do idoso para determinar sua saúde mental e continuar com a investigação.

Além disso, o promotor explicou que o assassinato não será catalogado a princípio como feminicídio, porque não há nenhum histórico de maus-tratos sofridos pela mulher.

  •  

PUBLICIDADE

Loading...

Categorias

Últimas Postagens

Título da postagem com limitação de caracteres.

Subtítulo da postagem com limitação de caracteres.

Notícias de Última Hora