Mulher é acusada de mandar mais de 65 mil mensagens para crush

Mai 16

Ambos se conheceram em site de paquera de solteiros, porém, ela acabou passando dos limites após não engatar o relacionamento

Um caso inusitado e bastante curioso aconteceu nestes últimos dias e tem ganhado grande repercussão em todo o mundo. Uma mulher acabou sendo presa sob a acusação de ter enviado 65 mil mensagens de texto para um homem a quem ela tinha grande interesse de se relacionar. O ocorrido foi registrado na cidade de Phoenix, nos Estados Unidos.

A informação é que os dois haviam se conhecido em julho do ano passado, quando estavam em um site de paquera onde se amontoam centenas de milionários solteiros. O caso parece inacreditável, pois de modo algum, ninguém esperaria que uma pessoa um dia pudesse ser presa por enviar mensagens para a pessoa que ama.

Após ser detida, a acusada identificada por Jacqueline Ades, de 31 anos, concedeu uma entrevista a KPHO, uma emissora afiliada a rede CBS. Na entrevista ela afirmou que as mensagens seriam pelo simples fato de que ela o amava muito. Ao ser questionada sobre a aproximação dela com o rapaz, ela disse que ambos só tiveram três encontros, porém, foi o suficiente para que Jacqueline ficasse verdadeiramente apaixonada.

Segundo informações da polícia, após terem se conhecido e marcar o primeiro encontro, Jacqueline passou a enviar mensagens de texto de modo descontrolado para o rapaz, ela ainda teria invadido a casa do mesmo e chegou a ir até o trabalho dele, afirmando que ela seria sua esposa.

Ao passar dos dias, Jacqueline passou a enviar mensagens mais agressivas, o que acabou resultando em sua prisão. Agora ela está sendo acusada de antissemitismo, assédio e ameaça de morte. Ainda segundo a polícia, nas mensagens enviadas por Jacqueline, ela chegou a escrever uma na qual dizia para que o homem não tentasse deixa-la, pois se fizesse isso, ela iria matá-lo.

Ela disse a polícia que sentia que estivesse diante da alma gêmea e que ambos chegariam a se casar, porém, não foi o que aconteceu e o resultado acabou da pior forma possível, a qual ela nunca imaginou para seus planos. Ela não negou sobre a quantidade de mensagens que enviou para o rapaz, porém, decidiu não comentar sobre o que de fato ela escrevia para o mesmo.

Mesmo sendo autuada pela polícia, Jacqueline disse que nunca passou por sua cabeça, querer machucar o homem a quem ela tanto desejava e também não o culpa por ter sido presa. Ao ser questionada sobre o porque de ter enviado tantas mensagens, ela simplesmente respondeu: "Porque todo mundo só quer levar. Mas se você apenas der e não parar de dar, de repente receberá muito"

Ela também foi questionada sobre sua saúde mental, porém, negou que pudesse sofrer qualquer tipo de problema e não seria nenhuma louca. “Não sou louca, sou uma pessoa que descobriu o amor”, disse.

Após afirmar que o que sentia por ele era apenas amor, ela foi questionada sobre as mensagens com teor agressivo que ela o mandava, mas ela respondeu que mesmo com os mais belos casais, nem tudo é perfeito. Diante da polícia ela ainda disse que estaria disposta a cumprir cadeia, caso fosse um desejo do amado.

A primeira audiência dela aconteceu nesta terça-feira (15), porém, vale ressaltar que ela continuará detida sem a possibilidade de pagamento de fiança.
 

 

Loading...

Categorias

Últimas Postagens

Título da postagem com limitação de caracteres.

Subtítulo da postagem com limitação de caracteres.

Notícias de Última Hora