Carlos Brasileiro, um prefeito que em seu último mandato tem “destruído” a saúde em Senhor do Bonfim

Abr 10

Diante de tal situação, centenas de pessoas utilizaram as redes sociais para protestar contra a prefeitura do município, que mesmo sabendo a real situação, nada se faz para reverter esse triste quadro. 

Com mais de um ano como prefeito da cidade de Senhor do Bonfim, Carlos Brasileiro parece estar vivenciando um dos piores mandatos já conquistados em sua querida cidade. Aos 58 anos, Carlos Brasileiro conquistou a última eleição com uma grande diferença de votos para o segundo mais votado. Ainda na época de eleição, ele era um dos mais aguardados pela população bonfinense, que por já conhecer o seu trabalho, o avaliaram como sendo um dos melhores dos últimos 20 anos. 

Em sua campanha, Carlos Brasileiro utilizou de seu partido (PT), para conquistar ainda mais a confiança dos eleitores. Ele convocou a presença do governador do estado no município, o qual veio com uma velha promessa, de que o Hospital Regional seria transformado em uma excelente casa de saúde. Mesmo com a promessa já sendo velha, a população decidiu dar mais um voto de confiança ao filho da terra. 

Saúde em Senhor do Bonfim; "É um piseiro só"

O Hospital Regional Dom Antônio Monteiro já vem vivenciando situações precárias desde as gestões passadas. Porém, a população de Senhor do Bonfim estava confiante que com Carlos Brasileiro ao comando do município, tudo se resolveria, afinal, foi promessa do mesmo, que chegou a garantir a população que a história da saúde no município jamais tornaria a ser de vergonha. 

Vale ressaltar que o prefeito aprovou para que a unidade hospitalar fosse administrada pelo Instituto Caminhada. A princípio, os problemas do hospital pareciam ter chagado ao fim, mas, o que já era ruim, passou a ser pior. Como se já não bastasse às reclamações e os salários atrasados dos médicos, a unidade ainda vive sem remédios e o centro cirúrgico só funciona em meio turno. Nos últimos dias, uma paciente ficou internada na unidade a espera de atendimento em uma UTI, pois o hospital não tem capacidade nenhuma de dar o devido suporte para pacientes com problemas mais agravante. 

Ainda em cima de uma maca por vários dias, a mulher sofria a ver a própria morte se aproximar e sua família nada podia fazer, pois dependiam exclusivamente do atendimento na rede pública. Segundo o hospital, a mulher já estava pronta para ser transferida, porém, precisavam aguardar a regulação que a permitia ser transferida a uma unidade no Vele do São Francisco. 

Diante de tal situação, centenas de pessoas utilizaram as redes sociais para protestar contra a prefeitura do município, que mesmo sabendo a real situação, nada se faz para reverter esse triste quadro. 

Após dias esperando transferência para uma UTI, mulher morre no Hospital Regional de Senhor do Bonfim. 

O que já era ruim ficou ainda pior. Nesta última quarta-feira (21), a paciente identificada por Rosa da Silva, que aguardava por transferência para uma UTI na cidade de Juazeiro, acabou não resistindo e morreu. Uma foto da senhora Rosa quando ainda estava deitada na maca foi divulgada nas redes sociais e comoveu centenas de pessoas. 

PUBLICIDADE

Loading...

Categorias

Últimas Postagens

Título da postagem com limitação de caracteres.

Subtítulo da postagem com limitação de caracteres.

Notícias de Última Hora